A ALDEIA RENASCIDA

Não é modéstia dizer que Chã das Caldeiras é um lugar único. Chega-se até lá por uma estrada que serpenteia as montanhas, sem nunca se avistar o vulcão. Até chegar a uma “curva mágica” onde o imponente cone se revela. Eis-nos chegados a Chã das Caldeiras. Uma aldeia situada no sopé do vulcão, dentro de uma antiga cratera.

O convite é para demorar-se aqui. Degustar os sabores foguenses nos restaurantes tradicionais, conhecer a adega cooperativa do famoso vinho da Chã ou fazer caminhadas de povoação em povoação, por entre a lava ainda recente. Há também várias pensões e casas particulares que recebem turistas que queiram passar a noite, na aldeia e contemplar um céu incrivelmente estrelado.